Saturday, January 17, 2009

Hoje apeteceu-me escrever. Talvez por obrigação já que nunca mais cá voltei, achei por bem dar o ar da minha graça. Um ano passou. Sinto-me outra. Uma pessoa muito mais calejada. Acabei mesmo por ir ver os meus sogros ao hospital, discutir com o meu marido e repensar na minha vida... Vou ser muita sintética a explicar o que me aconteceu porque não gosto muito de falar sobre o que aconteceu. Não me faz nada bem. Voltei com o Frankie para casa e as coisas não voltaram a ser a mesma coisa. Sentia-me culpada pelo pequeno mal estar dos meus sogros e por sentir que Frank estava diferente para comigo. Ausente, impenetrável, não me encarava como antes... E apesar de dizer que me amava eu sentia que não era a mesma coisa. Sabia que estava a pensar se eu valia memo a pena. Se não estaria a cometer um erro e que se continuasse comigo, dali para a frente não havia mais volta. E como me dizer tudo isto, eu que tinha abdicado de tudo por ele, não seria justo pôr-me a andar como se eu me tivesse mudado do bairro vizinho. Ele nunca mo disse, mas eu penso que tenha sido isso que ele tenha pensado. E eu como não gosto de ser peso para ninguém, principalmente para quem eu amava, fui-me embora. Tive uma conversa muito séria com ele e disse-lhe que não conseguia viver na dúvida, que não sabia o que ele pensava e que isso para mim era a pior sensação do mundo. Era como estar a dividir a minha vida com um estranho. E o que mais me doeu nisso tudo foi ele estar a negar, dizer que nunca teve dúvidas e que me amava como sempre me amou. Mas eu sentia a diferença. E para além do mais, nunca suportaria a mãe dele! E o que ia ele fazer? Ela é a sua mãe. Ele não a vê com os mesmos olhos que eu e contra isso não havia nada a fazer. Fui para a casa dos meus pais e descobri que estava grávida, o que não demorou muito, talvez devido ao stress. Hoje penso como seria a minha vida se tal facto não tivesse acontecido. Foi melhor ou pior assim? Não sei! Será que ia dizer ao Frank que era pai? Não sei! Sei que nunca lhe disse que estive grávida...

24 comments:

Diana said...

Safa! Ano movimento, esse teu!!!
welcome back!

Tixa said...

Credo!!! bota stress nisso... espero que estejas a recuperar bem dessa fase tormentosa...

* beijocas

(andava ansiosa pelo teu regresso)

kitty said...

Na minha opinião devias ter-lhe dito, ele tem o direito de saber! O mesmo direito que tu! Além disso, acho não deves entrar em rota de colisão com a tua sogra, seja ela quem for, nunca mas nunca resulta, ela é mãe dele, e além disso se engolires em seco e deixares a coisa andar vais ver que que ela também se tornará mais soft, a corda rebenta sempre para o lado mais fraco, e adivinha qual é o lado mais fraco? Também não gostarías que um namorado teu fizesse e dissesse certas coisas á tua mãe pois não?? Espero que corra tudo bem... Beijoca

Andreia said...

Ola Filipa,
Bem que ano cheio de confusões... Espero que tudo tenha entrado nos eixos no final, pois como contas, veio a cegonha! Conta conta... como contas com um grande delay, se calhar, ja nasceu e tudo... estamos ansiosas por saber...

Sofia said...

Sou uma leitora ocasional deste Blog. E confesso que já tinha desistido, porque ao post das compras com a sogra sguiu-se um grande vazio. Hoje fiz nova tentativa e cá estavam 3 posts novinhos. Confesso que o último me impressionou, se calhar pelo tom racional da narrativa. Se tudo acabou, como parece resultar da minha leitura, tenho muita pena. Pensei que as coisas com a sogra não iriam afectar dessa maneira a tua relação (todas temos sogras, e raras são as que não têm cenas tristes e mal entendidos a relatar). Quanto à gravidez, se correu bem, os meus parabéns sinceros e um pouco invejosos. Se correu mal, um dia, se esse for o teu desejo, correrá bem com a pessoa certa, tenho a certeza. De qualquer das formas, chegarás à conclusão que o Frank merece saber. Quanto mais não seja porque foi ele a pessoa que te fez ser capaz de largar toda a tua vida e arriscar.
Boa sorte

Anonymous said...

e????????????

Anonymous said...

Filipa

As coisas são como têm de ser.Pelo que entendi acabou por perder o bebé. Infelizmente sei que a natureza se encarrega de limar algumas arestas.
Eu tb tenho uma sogra tramada. Moi-me o juizo. O filhinho por vezes percebe, noutras nem tanto. Optei por engolir sapos e ignora-la. Olhe que funciona!!! Tento não falar mal dela porque ela tem mais de 20 anos de avanço sobre mim!! E já lhe cheguei a explicar que só lhe roubaria o filho se o adoptasse. Mas como casei com ele, quero-o para outras coisas:)
Ela acha-se perfeita e passa a vida a mandar-me isso à cara. Temos pena!! Isto chateia-me um bocado quando ando mais sensível mas de resto... Há um ditado que diz que as acções ficam para quem as toma ou para quem as tem!!! Isso serve-lhe tão bem!
Mas quanto ter-lhe contado ou não, acho que lhe deveria ter dito logo. Agora não sei como está a vossa "relação" portanto, não sei como ele reagiria. É uma decisão só sua.
Acha mesmo que uma sogra rabujenta e convencida merece que perca o seu "mais-que-tudo"?
Repense se o ama ou não o suficiente para encarar a peste, mas de alto.
Boa sorte. E substitua os momentos de pura inveja por momentos de degustação, em vez de sal e pimenta! A minha cozinha divinamente! farta-se de me mandar isso à cara mas à conta disso como cada pitéu!!! E vou aprendendo umas receitas catitas!!!
1 beijinho

Rita

EVA said...

Filipa
O conselho que posso dar é que tentes esquecer esse amor e continue a sua vida sentindo-se feliz pois, como alguém já disse, Deus encarrega-se de limar certas arestas, isto é, de corrigir algumas asneiras que nós fazemos, até por amor; é bem possível que a sua gravidez tenha terminado devido ao stress, eu passei pelo mesmo 4 vezes e, digo-lhe, hoje dou graças a Deus pelo que aconteceu... o amor que se sente por um filho - mesmo quando embrião - já nos faz querer o bem estar e a felicidade dele acima de tudo e eu tenho de admitir que não pensei em mim quando escolhi o m/ marido mas também não pensei nos eventuais futuros filhos - e devia tê-lo feito.Uma coisa é certa, esta situação mudou a m/ posição sobre a adopção, eu achava que não seria capaz de adoptar por não saber quais os antecedentes familiares daquele/a a quem iria chamar filho/a e, hoje - não nesta família que não pode trazer nada de bom a qualquer criança - mais facilmente adoptaria uma criança do que arriscaria ter um filho/a que fosse neto/a da minha sogra.
É óbvioque se pode ser feliz com uma sogra (como com qualquer outra pessoa!) que pense e aja de forma diferente da nossa, basta que haja respeito e compreensão de ambas as partes; mas junto de uma pessoa má, mesquinha, invejosa, egoísta e sem carácter, ninguém pode ser verdadeiramente feliz.
Tenta evitá-lo e está atenta às oportunidades que a vida nos dá de sermos felizes; tu agora podes ainda não conseguir pensar assim mas a verdade é que já te deu pelo menos uma.
Eva

xana said...

rendi-me ao blog logo no primeiro post.espero vir a ler mais...
beijinho*

Mariana said...

Oi Filipa!Sou fã do seu blog e venho sempre aki,mas percebo que de uns tempos pra cá paraste de postar...Imagino q td isso q aconteceu na sua vida deve ter mexido mto com vc,mas nao se deixe abater,erga a cabeça e siga em frente!Se possível com o seu amor,pois como alguem já disse aki,será justo abrires mão dele?Uma paixão tão bonita,um amor tão sincero que a fez deixar pra trás td o q conquistaste...Eu acho q não...Se fosse tu,com certeza iria procurá-lo e conversar e ver o que poderia ser feito pra vcs começarem do zero de novo...Não deixe pessoas se meterem no caminho de vcs...Não é justo sofreres por causa de uma pessoa que deve estar lá bem numa boa e gostando do seu afastamento dele(no caso essa pessoa é a sua sogra...).Procure se entender com ele,e se for o caso dos 2 ainda se amarem,tentem começar do zero,esquecendo todas as mágoas e sofrimentos e começando uma vida nova!Vcs merecem a felicidade!
Beijinhos!!!Fica bem!

Lou said...

Achei esse blog bem interessante. Pela forma como descreves as coisas, è agradavel ler, e pelo misterio de nunca saber-se se è ficcao ou uma vivencia real, e è isso que entretem bastante as pessoas.
A unica coisa que devo dizer è que como uma mulher profissional que se esforçou para chegar onde estou, nao me vejo a abandonar a minha carreira por amor. Alias o amor so vem apoiar e reforçar a minha vida profissional. E posso dizer que sinto-me realizada em ambos os campos.
Por isso nao estou a ver uma pessoa que fazia de tudo(practicamente uma servente da chefe) para singrar na carreira, a acabar a aturar uma familia que a faz sentir inferior e abrir mao da sua independencia financeira.
Serà que a tua mente ficou tao pequena como a dos portugueses que criticas, e contentas-te em "viver" com um estrangeiro?
Se realmente existes aqui vai um conselho, como tu mesma disseste:"Ela è mae e tu a mulher" Nao tentes rivalizar com a Mae, sairas sempre a perder ;)!
E ja agora: eras humilhada antes e estas a deixar-te baixar agora... Tens que ter mais amor proprio e aprender que ignorar è ser superior.
Desejo muito sucesso para o teu blog!
De alguem que sobreviveu sem se tornar uma bitch.

Lou said...

O ultimo conselho mas nao menos importante: nunca tomes as decisoes da tua vida baseadas em alguem. Essa pessoa vai sentir o peso da tua escolha.

said...

...Volta a escrever!! Surpreendeu-me bastante esta história... Para viver uma "vida" assim... é preciso uma personalidade como a tua... *
beijinho, Ká

Diana said...

E aí? Como andam as coisas?

Anonymous said...

Se te registares no site lipton línea ganhas um pack de 4 garrafas e ainda outros prémios.

Aqui:http://www.lipton.pt/linea/l.aspx?i=6f153ca0-5f2e-f741-2b0e-54b9d31f936b

Aqui estou eu said...

é preciso ser bem forte para aguentar isso tudo.
Adorei o post. Adoro a maneira como escreves.

Beijos

Santy said...

As vezes um filho muda duas pessoas e a relaçao entre elas.. para melhor

Anonymous said...

buying viagra in uk viagra cialis buy generic viagra cialis super viagra viagra price comparison viagra price comparison suppliers of viagra viagra vs cialis viagra alternative is viagra safe for women cheap viagra walmart viagra uk cheap purchase buy viagra stories over the counter viagra

Anonymous said...

Ora então, dei-me ao trabalho de ler alguns dos seus posts mais antigos e percebi logo que a menina é uma arrogantezinha. Se tinha mesmo a vida que descrevia em NY (coisa que eu duvido, mas dou-lhe crédito) então é uma pena que tenha aberto os horizontes e continue tão mal formada, o que é um indicativo de pessoas que nunca vão chegar a lado algum na vida.

Se ao ler os posts sobre a sua sogra fiquei solidária, ao ler os mais antigos pude concluir que nenhum britânico ia alguma vez poder com uma portuguesa armada em intelectual, simplesmente porque a educação daquela gente está acima da sua. A menos que tenha excluído propositadamente o raíz do conflito com a sua sogra deste blog (entendo perfeitamente que o tenha feito) não vi onde está o problema, senão na sua má criação. Então conheceu a mulher e achou que ela, assim do nada, não simpatizou consigo?! Valha-me deus.

Além disto só lhe tenho a dizer que escreve como um miúdo de 14 anos. Dá erros que se farta e tem um português nada fluido. Portanto e posto isto tenho a dizer-lhe o seguinte: ponha-se no seu lugar. E olhe que isto é o melhor que nos podem dizer na vida, às vezes.

Lamento a sua situação e espero que tudo se resolva pelo melhor.

A.

Anonymous said...

This will astonish you!

ZEITGEIST: ADDENDUM

http://www.zeitgeistmovie.com/

Money as debt

http://www.youtube.com/watch?v=vVkFb26u9g8

project camelot magnetic motor

http://www.youtube.com/watch?v=hkgyY47duCM

AMAZING!!

OZONATED WATER: CURE ANYTHING!

http://www.stoptherobbery.com/

Monatomic Gold

http://monatomicgold.co.uk/index.php

diogo said...

vim ler o blog curiosamente porque a atrasada mental da pipoca mais doce fala mal dele, e gostei bastante. ve se tiras aquilo alia a direita, do "aconselho (...) a pipoca mais doce"

catarina said...

Karan então que se passa?Nunca mais disseste nada!Beinhos

Anonymous said...

Acabei de adicionar sua página aos meus favoritos. Eu gosto de ler seus posts. Obrigado!

Anonymous said...

I just like thе helpful information you supply for your articles.
I will bookmark your wеblog and test agaіn right here
frequently. I'm quite certain I'll learn mаny neω ѕtuff proper herе!
Best οf luck for the next!

Alѕο νisit my blog - http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php